Portal dos Movimentos Sociais


Newsletter

Notícias

Publicada em 30-10-2017 às 13h55 e visualizada 141 vezes




FINDAC promove atividades pela democratização da comunicação na Paraíba

FINDAC promove atividades pela democratização da comunicação na Paraíba

No mês de outubro, a democratização entra na pauta através de eventos promovidos por entidades do terceiro setor, movimentos sociais, fóruns, coletivos e outras instituições. Na Paraíba, de 27 a 31 de outubro, diversas atividades descentralizadas serão realizadas, como mesas redondas, debates e oficinas. Os eventos são abertos ao público. 

Entre as atividades dos eventos está o lançamento oficial do Fórum Interinstitucional pelo Direito à Comunicação (FINDAC), entidade composta por instituições como Ministério Público Federal, OAB-PB, UFPB, Coletivo Intervozes, Sindicato dos Jornalistas da Paraíba, Defensoria Pública da União, Fundação Margarida Maria Alves e Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação.  

Conforme o coordenador do FINDAC e representante da Comissão de Direitos Humanos da OAB-PB no Fórum, Wigne Nadjare, a sociedade precisa ter a oportunidade de realizar a disputa de narrativas, sobretudo no atual momento político e de crise em que o país se encontra. E para ter essa disputa de narrativas, é preciso ter acesso aos meios de comunicação. “Tratar da democratização da mídia ou lutar por uma mídia mais democrática nada mais é do que lutar também pela possibilidade de uma pluralidade de olhares, de necessidades, de pensamentos. Isso é muito importante e positivo para um país democrático e para a democracia”, ressaltou.  

As atividades incluem debates no Sindicato dos Jornalistas da Paraíba, uma oficina sobre violações de direitos humanos para jovens em Bayeux e um evento no Ministério Público Federal. Entre as discussões propostas nos eventos, está a concentração dos meios de comunicação no Brasil e uma roda de diálogo sobre a exposição de vídeos íntimos na internet, encerrando as atividades.  

“Quando pensamos que são dadas concessões públicas para apenas seis famílias brasileiras que detém o poder do controle da mídia de todo o Brasil e o que chega às nossas casas através dos meios de comunicação, isso é muito ruim para a democracia ou para a formação, de fato, de um pensar plural e amplo em um país como o nosso. Lutar pela democratização da mídia é também dar voz aos movimentos sociais, aos grupos organizados, que também analisam, discutem, pensam um modelo de nação e de país. Tratar da democratização da mídia também é um processo de controle social, daquilo que é dito, que é um direito nosso. E mais do que tudo, porque trata-se de uma concessão pública. Então nós precisamos, enquanto cidadãos, ter um olhar e a possibilidade de discutir, de maneira crítica, como a comunicação e a mídia, esse processo de construção é realizado”, ressaltou o coordenador-geral do FINDAC, Wigne Nadjare, a respeito da concentração dos meios de comunicação no país, assunto que será abordado na tarde do último dia de ações.  

Confira a programação:  

FNDC 

27 de outubro, sexta-feira  

13h – Oficina de Mídias Digitais 

Local: Sindicato dos Jornalistas 

Para militantes de movimentos sociais e sindicatos 

Ministrada pelo Coletivo de Comunicação da CUT-PB 

16h – Debate “A importância dos veículos públicos na Democratização da Comunicação na Paraíba” 

Convidados: Rádio Tabajara, Jornal A União, TV Câmara, TV Assembleia, TV Cidade e TV UFPB 

FINDAC 

28 de outubro, sábado 

Local: Centro da Juventude – Serviço da Pastoral dos Migrantes – Bayeux 

8h30 às 12h – Oficina: Mídia e Violação a Direitos Humanos 

Ministradas para jovens do Projeto Comunidade Integrada 

30 de outubro, segunda-feira 

Local: Auditório do MPF – João Pessoa 

19h às 22h – Mesa: Mecanismos de participação social ao direito à comunicação 

Representação do MPF/SP, Wigne Nadjare – OAB/PB, Mabel Dias – Intervozes 

Lançamento FINDAC/PB 

Lançamento documentário “Júlio Quer Saber” 

31 de outubro, terça-feira 

Local: Auditório do MPF 

8h30 às 10h30 – Roda: Representação das Crianças e Adolescentes na Mídia 

Ademir Vilaronga – Conselho Regional de Serviço Social, Cristina França – SEDH/PB, Vitor Cavalcante –  Pastoral do Menor 

11 às 12h30 – Roda: Mulher e Mídia 

Mestra Janaina Araújo – pesquisadora, Edmário Alves – Observatório da Mídia Paraibana e Professora Sandra Raquew – UFPB 

14 às 17h – Mesa: Concentração dos meios de comunicação no Brasil e Direito à Comunicação 

Janaine Aires – pesquisadora (UFRJ), Procurador José Godoy – MPF/PB, Prof. Carmélio Reynaldo – UFPB 

– Lançamento do Relatório Direito à Comunicação: Presunção de inocência e mídia 

Prof. Gustavo Batista, UFPB 

17h às 18h: Roda: Exposição de vídeos íntimos nos meios de comunicação e suas implicações 

Elara Leite – Sindicato dos Jornalistas PB, Diana Freitas – Defensoria Pública da União, Marcelo Soares – Fundação Margarida Maria Alves 

– Lançamento do Livro “Sempre foi pela Família: Mídias e Políticas no Brasil” 

 

Jornalista Elara leite 






Copyright © 2017 Movimento social | Todos os direitos Reservados

Fractal Midia