Portal dos Movimentos Sociais


Newsletter

Notícias

Publicada em 15-09-2017 às 09h06 e visualizada 1593 vezes




"Papo com Zé Trajano" estreia na TVT segunda (18)

A TV dos Trabalhadores, a TVT, estreia o programa ao vivo “Papo com Zé Trajano” na segunda-feira, dia 18, às 18h45. No retorno do jornalista à televisão, a ideia é mos­trar em 15 minutos um bate papo descontraído sobre esportes, política, cultura, música e sociedade.

Em entrevista à Tribuna, Trajano conta sobre o novo programa, que será transmitido de segunda a sexta, antes do Seu Jornal. Também haverá transmissão pela Rádio Brasil Atual (98.9 FM) e redes sociais.

José Trajano começou na im­prensa escrita aos 16 anos e passou para a TV. Trabalhou no Jornal do Brasil, Correio da Manhã, Folha de S.Paulo, IstoÉ, Placar, Cultura, entre outros. Depois foi para a TV a cabo e ficou mais de 20 anos na ESPN. Em dezembro de 2016, lançou o site Ultrajano e o programa no YouTube “Na Sala do Zé”.

 

Tribuna Metalúrgica – Como surgiu a ideia do “Papo com Zé Trajano”?

Trajano – Desde que sai da ESPN no ano pas­sado, já tinha o ‘namoro’ com a TVT. Demos o tempo para estruturar o programa e chegamos a um formato simples. É bom porque posso falar de tudo.

Nos últimos tempos eu era jornalista esporti­vo que já falava de outras coisas, mas dentro de um canal esportivo. Isso in­comodava alguns. Agora tenho espaço para falar do que bem entender, de política, música, do dia a dia e esportes, principal­mente.

TM – Qual será o forma­to do programa?

Trajano – Vou estar sozinho falando para a câmera, mas também posso dividir com convi­dados. Vou falar de coi­sas do dia a dia e puxar algo que passe batido na imprensa.

Por exemplo, dia 11 de setembro, poderia fa­lar dos 44 anos da morte do Salvador Allende no Chile e mostrar cenas do bombardeio do Palacio de La Moneda.

Como é na sala da minha casa, me sinto à vontade. Fico menos preso do que se estivesse em um estúdio. Posso fa­zer de bermuda e chinelo e uma camisa mais legal­zinha. Estarei sentado e ninguém vai ver.

TM – O que está pen­sando para o programa de estreia?

Trajano – A pauta política tem que esperar cada dia para comentar. Posso falar de reforma Trabalhista, a persegui­ção ao Lula. É o dia da inauguração da televisão no Brasil com a TV Tupi e dá para falar da evolu­ção da TV no País. É o aniversário do meu time, o America. Então dá para se divertir, sem ser palhaço, falando sério.

TM – O que representa estar no projeto da TV dos Trabalhadores?

Trajano – Comecei a me envolver muito mais com o que estava acon­tecendo no País depois que sai da ESPN, me indignei muito com o impeachment da Dilma, participei de manifesta­ções. Acho o trabalho da TVT super legal, com prestação de serviço, ideologia e personalida­de. Eu me sinto à vonta­de de estar na TVT.

TM – Qual a expecta­tiva de estrear na TVT depois de passar do im­presso para a TV, TV a cabo quando ela ainda estava no começo e a internet?

Trajano – É bom percorrer e conhecer os caminhos todos. E levar para outro lugar a bagagem que já tenho. Vou fazer 71 anos no dia 21 de outubro e mais de 50 anos no jornalismo. Vamos em frente. O momento não está fácil, mas será mais uma tri­buna para a gente lutar. Espero contribuir muito com a TVT.

 

 A TVT – Canal 44.1

A TVT completou sete anos em agosto. É uma emissora educativa outorgada à Fundação Sociedade, Comunicação, Cultura e Trabalho, entidade cultural sem fins lucrativos, mantida pelo Sindicato dos Meta­lúrgicos do ABC e pelo Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região.

 

 

TVT






Copyright © 2018 Movimento social | Todos os direitos Reservados

Fractal Midia