Portal dos Movimentos Sociais


Newsletter

Colunas

Publicada em 02-06-2011 às 09h00 e visualizada 1835 vezes



Movimento Social: a expressão generosa da cidadania

Movimento Social: a expressão generosa da cidadania

Com satisfação recebi email convite de Arimatéia França para encaminhar texto a ser publicado no Portal dos Movimentos Sociais da Paraíba, MovSocial.org. Antes mesmo de patrocinar minhas opiniões, faço de logo um agradecimento a esse grande companheiro pelo convite a mim dirigido, esperando que os textos atendam as expectativas depositadas.

Por outro lado, parabenizar o Portal MovSocial e os militantes que a ele se dedicam é um dever e uma satisfação. Porém, além dos parabéns merecidos deve ser reconhecido que este portal se constitui de uma iniciativa representante dos "novos" movimentos sociais, significando o realce do engajamento político e o resultado não poderá ser outro senão a elevação da consciência críticoreflexiva, materializada pela generosidade dos movimentos sociais.
Pois bem! A luta pela transformação das condições econômicas, sociais e políticas fundantes da sociedade atual se constitui iminente e de dinâmica macro. Entender, envolverse e contribuir com a construção de novas relações sociais, a partir da interseção, é dever do cidadão preocupado com a construção de um Estado mais justo.

A participação do cidadão nas mais variadas decisões o coloca como protagonista de transformação social, na medida em que a sociedade atual cada vez mais impõe dinamismo nas informações cotidianas diversificadas, influenciando no fazer cultural. Assim, o conjunto de ações coletivas dirigidas tanto à reivindicação de melhores condições de trabalho e vida, de caráter contestatório, quanto inspirado pela construção de uma nova sociabilidade humana, caracteriza o movimento social, bem mais que os partidos políticos.

Reconhecer, portanto, que numerosos autores se propuseram estudar os movimentos sociais em seu desenvolvimento histórico, na sua composição social, em sua dinâmica interna, em seu metabolismo com o poder, enfim em sua capacidade de não só imprimir novas configurações às relações sociais, mas de se tornarem potencialidades transformadoras e reconstrutivas de uma sociabilidade diferenciada, se posta para o futuro como algo materializável, mesmo que fora da institucionalização formal.

Ou seja, potencializar o conceito de "sociedade civil", de "intelectual", de "educação", de "informação" e de "formação" tem sido tarefas dos movimentos sociais. Entendermos que os organismos de participação política voluntária, os quais não se caracterizam pelo uso da repressão, planifica a grandiosidade da ampliação do poder de intervenção dos movimentos sociais, no mundo das mídias digitais, tipificando o caráter revolucionário dos movimentos sociais.

Assim, ao meu entender os movimentos sociais representam os anseios da sociedade muito mais que os partidos políticos. Parafraseando o companheiro Gilberto Carvalho: "dá para dizer que hoje os movimentos são laboratórios de gente de maior generosidade, de maior ação cidadã, no sentido mais amplo, do que nos partidos. Dadas as regras atuais".






Copyright © 2017 Movimento social | Todos os direitos Reservados

Fractal Midia